Mudanças climáticas

Mudanças climáticas e pandemia: o que tem a ver?

12 de Maio de 2020 por Ticket Log em Mobilidade
Voltar

A pandemia do Coronavírus mudou profundamente nossas rotinas e o convívio social. Além disso, você já deve ter lido nos jornais que o clima e o meio ambiente também estão passando por transformações durante esse período de quarentena. Mas, o que as mudanças climáticas e a pandemia do Covid-19 têm a ver?

Decidimos conversar com Karen Tanaka, gerente técnica do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e coordenadora da Câmara Temática de Energia e Mudança do Clima na instituição.

Com mais de 10 anos de experiência no assunto, ela traz dados e reflexões para entendermos essa relação. É sobre isso que vamos falar no post de hoje.

→ Se você quiser ouvir o papo com a Karen na íntegra, escute o episódio #06 do nosso podcast: Se Liga! Olhe aí pela janela!

Qual é a relação entre as mudanças climáticas e o risco de pandemias?

Primeiramente, é importante pontuar que as mudanças climáticas provocadas pelos seres humanos são uma das causas do surgimento desse tipo de emergência de saúde.

Isso porque o aquecimento global e as mudanças nos padrões do clima mudam os vetores de doenças e acabam facilitando a propagação de doenças. Ou seja, as mudanças climáticas representam um risco sério para o desenvolvimento de pandemias como o do Covid-19.

“As pandemais são previstas em estudos científicos há mais de 15 anos. Elas vão ocorrer com mais frequência quando as emergências climáticas não forem tratadas. […] Ambas exigem respostas rápidas, a nível local, nacional e global, e enfatizam a necessidade de pensarmos a responsabilidade individual, o papel de cada um, frente ao papel coletivo”, diz Karen.

Mas a pandemia de Covid-19 diminuiu a poluição?

Com as ruas vazias, as cidades silenciosas e as fábricas fechadas, houve muito debate na mídia sobre o potencial impacto climático do isolamento relacionado ao coronavírus.

Sim, alguns dados de satélite mostram que os níveis de poluição do ar com dióxido de nitrogênio caíram entre 30% e 70% em diversas regiões do globo.

“Essa diminuição se deu pela menor circulação de veículos e também pela diminuição da produção industrial que utiliza combustíveis fósseis”, explica Karen.

A respeito da emissão de dióxido de carbono (CO2), ainda não se tem dados precisos sobre os percentuais de queda. Porém, se olharmos a cor azul do céu em diversas localidades antes muito poluídas, como na China, na Índia e até mesmo aqui no Brasil (por exemplo, em São Paulo), é possível observar uma mudança positiva.

→ A redução de combustível está no seu radar? Veja como implementar esse processo na sua empresa!
Outra mudança que se observou foi a diminuição da poluição em rios e cursos de água, como os canais de Veneza, na Itália. Registros mostram que a cidade, frequentemente abarrotada de turistas, está muito mais limpa agora.

Porém, a diminuição da poluição só ocorreu devido à parada brusca nas atividades, o que não é saudável nem sustentável a longo prazo, já que não parte de um processo de conscientização das pessoas.

Karen pontua esse outro lado da pandemia:

“Alguns dos efeitos da pandemia são realmente positivos, mas a gente não pode falar que tem um lado bom de uma crise como essa . […] Ao mesmo tempo em que esse vírus ajudou a diminuir a poluição e a trazer céus mais limpos, ele trouxe o agravamento de sintomas de doenças. As pesquisas estão mostrando que o coronavírus é mais letal em pessoas que viviam e vivem em ambientes mais poluídos”.

Lições do Covid-19 para o meio ambiente

Analisando parte dos dados e registros que citamos, a conclusão é de que a pandemia teve, sob determinado ponto de vista, alguns impactos imediatos sobre o meio ambiente. Mas, e daqui para a frente? O que se espera para o futuro?

As previsões ainda são incertas, mas alguns especialistas acreditam que as mudanças climáticas atuais não serão tão significativas a longo prazo, uma vez que o acúmulo de CO2 na atmosfera desde os tempos pré-industriais, responsável pelo aquecimento global, é muito difícil de reverter.

“Diminuímos as emissões, mas isso não deveria ser feito de forma tão brusca e drástica como está sendo realizado agora. Há maneiras de a gente fazer isso de forma sustentada e ao longo do tempo, destaca Karen.

Ou seja, o que se acredita é que os problemas relacionados ao clima ainda estarão presentes depois da quarentena e não serão realmente alterados pela crise.

No entanto, as lições aprendidas durante esse período são muito mais importantes para que possamos repensar o problema da poluição do ar e do meio ambiente daqui para frente.

Veja algumas práticas que colaboram com o meio ambiente

Conclusão

Sendo assim, esperamos que tudo aquilo que refletimos conjuntamente na sociedade durante a pandemia permaneça e repercuta quando nossas rotinas voltarem ao normal.

E qual seria o legado que desejamos após o Covid-19?

  • aumento na rapidez de resposta dos governos frente às crises;
  • maior consciência nos padrões de consumo da população;
  • empresas atuando com mais responsabilidade, de maneira inovadora e sustentável;
  • crescimento do trabalho remoto e mudanças na rotina de deslocamento dos trabalhadores;
  • cidades mais orgânicas, e meios de transporte mais eficientes e menos poluentes;

“A gente precisa que as empresas atuem com mais responsabilidade, que as pessoas também tenham essa responsabilidade, pensem em um consumo mais consciente. Precisamos investir em tecnologia de Smart Mobility, criar modais interligados, criar uma cadeia de suprimentos mais inteligente. Pensar em como as cidades podem ser mais orgânicas, conclui Karen.

“Incorporar essas premissas de sustentabilidade, mais transparência nas empresas, um foco nas pessoas e um foco no planeta não traz maiores custos. Traz mais oportunidades e resiliência ao negócio”.

E você aí, de que maneira está revendo seu papel enquanto cidadão e empresa? Conte para a gente. Até mais! 🙂

Veja também: estar na rua faz parte do negócio. Como as empresas estão lidando com a pandemia do coronavírus?

2
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. PREZADO(A)
    BOA TARDE VENHO AQUI REFORÇAR QUE FIS UMA SOLICITAÇÃO DO CREDENCIAMENTO DO MEU ESTABELECIMENTO QUE JA SOMOS PARCEIROS DA FLEET SOLUTION LOCADORA E KOVI LOCADORA PARA QUE CONTINUAMOS COM A PARCERIA A KOVI ME MANDOU UM EMAIL PARA QUE EU FIZESTE O CREDENCIAMENTO DO ESTABELECIMENTO PARA QUE O TICKET LOG DA KOVI PUDESSE FAZER O ENCAMINHAMENTOS DOS VEICULO DA FROTA SE DIRIGISTE PARA O ESTABELECIMENTO ONDE ESTAMOS SOLICITANDO O CREDENCIAMENTO FICAMOS NO AGUARDO
    ATT: LUIZ CARLOS

    • Ticket Log disse:

      Bom dia Luiz, tudo bem? Agradecemos seu contato. Se um gestor de frotas pediu para o seu estabelecimento ser credenciado, ele deve entrar em contato com o consultor de vendas da Ticket Log do qual o atendeu e pedir indicação do seu estabelecimento na rede. Assim que seu estabelecimento estiver na fase final do credenciamento, nossa equipe entrará em contato com você. Obrigada.