Aconteceu hoje, em São Paulo, no Cubo Coworking Itaú, a 1ª edição do WeMuv Summit. Organizado pela Easy Carros, com os apoios da Cabify e Ticket Log, o evento propõe debater o papel das startups, empresas e governos no desenvolvimento de soluções com os usos da tecnologia, computação e inteligência artificial que influenciarão o futuro da mobilidade urbana no Brasil.

Composto por 4 painéis, nomes como Daniel Bedoya, CEO do Cabify, Renato Franklin, CEO da Movida, Daniela Swiatek, Secretária executiva da MOBILAB – Laboratório de Mobilidade Urbana da Prefeitura de São Paulo, Bruno Aracaty, Fundador da Colab, e Maximiliano Fernandes, Diretor de estratégia e Marketing da Ticket Log, foram alguns dos participantes que se reuniram nesta manhã para discutir o que deve ser feito e compartilhar soluções que tem sido executadas para desenvolver uma mobilidade urbana inteligente nas cidades.

Maximiliano Fernandes, da Ticket Log, levou todos a refletirem sobre os próximos 20 anos fazendo um paralelo e relembrando como as coisas eram no passado e como tudo pode mudar em pouco tempo. Segundo ele, a quantidade de informações que recebemos em apenas um dia, é a mesma quantidade que uma pessoa no século passado recebia em toda a sua vida e isso deve pavimentar as nossas decisões e nos incentivar a buscar sempre melhorias. “Quem consegue se adaptar às diversas informações e dados recebidos em tempos exponenciais, continuará evoluindo. ” afirma. A sua palestra foi compartilhada ao vivo na página oficial da Ticket Log no Facebook.

Os painéis reuniram um público seleto de pessoas que já têm uma trajetória de inovação e investimento em soluções para mobilidade e também, outras que fomentam e acompanham o tema. Carros autônomos, compartilhados e elétricos, o mercado de locadoras, o conceito de Smart Cities e a Inteligência Artificial para uma mobilidade inteligente com certeza são os temas que ficarão na mente dos participantes. Nestes assuntos reside o futuro da mobilidade no Brasil.

O idealizador, Fernando Saddi, se mostrou muito satisfeito com a primeira edição e já anunciou a segunda para outubro. “O encontro superou nossas expectativas, tanto em público, quanto em conteúdo. Muitas pessoas nos falaram que apesar do tema ser complexo, ele foi passado de forma compreensível nos garantindo que sairão do evento e farão a lição de casa, refletindo sobre como as próprias empresas conseguirão implementar a mobilidade inteligente dentro delas. ”, afirmou.

No mês de julho traremos uma série especial de entrevistas sobre os temas debatidos no evento para você acompanhar em detalhe todas as discussões que têm permeado a mobilidade no Brasil.